Todos os posts de O editor

Reforma política

As duas propostas de reforma política voltam à pauta do plenário da Câmara. O Congresso tem até o dia 7 para fazer mudanças nas regras eleitorais que se tornem válidas na eleição de 2018.

No Senado, começa a discussão do projeto que acaba com a propaganda partidária, restringe a propaganda eleitoral e cria o Fundo Especial de Financiamento de Campanha.

Mudança na JBS

O conselho de administração da JBS anunciou a escolha de José Batista Sobrinho, fundador da empresa e pai de Wesley e Joesley Batista, para a presidência do grupo. A troca de comando ocorre após a prisão de Wesley na semana passada.

A decisão fortalece a presença da família Batista na empresa e contraria pedido do segundo maior acionista da companhia, o BNDES, de afastá-los do comando da JBS.

 

Sob nova direção

Começou hoje o mandato de Raquel Dodge à frente da Procuradoria Geral da República na vaga de Rodrigo Janot. Ela é a primeira mulher a ocupar o cargo e assume a chefia do Ministério Público Federal sob a expectativa de como será sua atuação em meio às investigações da Lava Jato.

O antecessor não compareceu à posse.

Já o presidente Temer, presente, agradeceu à procuradora pela gentileza de antecipar a cerimônia para que ele pudesse participar.

Em seguida, Temer foi aos Estados Unidos para participar da Assembleia da ONU.

Começa a primeira edição do Aquece Mossoró

Após dois anos de planejamento integrado entre as entidades de classe do setor produtivo mossoroense, começa nesta quarta-feira (13), e segue até o dia 30 de setembro, a primeira edição do projeto Aquece Mossoró 2017. A campanha pretende movimentar e aquecer a economia local durante 18 dias.

O projeto é fruto de uma iniciativa conjunta da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Associação Comercial Industrial (ACIM), Sindicato da Indústria da Construção Civil (SINDUSCON) e Sindicato do Comércio Varejista (SINDIVAREJO). Ao todo, serão cerca de 220 lojas participantes da campanha, cujos estabelecimentos ficarão identificados com bandeirolas e peças do Aquece Mossoró.

A programação inicia com a realização da 29ª FICRO (Feira Industrial e Comercial da Região Oeste), Casa Mix e a I Mostra de Turismo Regional (MTUR), entre os dias 13 e 16, na Estação das Artes, no horário de 18h às 23h. Uma estrutura de 210 estandes, sendo 80 para Casa Mix e 130 para FICRO, foi montada nas dependências da Estação das Artes para realização das feiras que prometem expor, ao público visitante, os potencias dos setores da indústria, construção civil, arquitetura, paisagismo e turismo da região.

 

‘Greve não compromete funcionamento de escolas e unidades de saúde’, diz prefeitura

Escola Municipal Raimundo Fernandes.jpg

A prefeitura de Mossoró lançou nota em que informa que a greve iniciada nesta segunda (11) pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SINDISERPUM) não tem comprometido o funcionamento de escolas e unidades básicas de saúde. Nenhuma escola parou e as UBS´S seguem a rotina normal.

De acordo com a Secretaria de Educação, das 53 unidades, incluindo escolas e UEI´S (Unidades de Educação Infantil), apenas 19 servidores, entre merendeiras, zeladores e técnicos, paralisaram as atividades. Nenhum professor aderiu a greve.

Na Saúde, os fisioterapeutas, que haviam parado, já retornam aos postos de trabalho amanhã. A decisão foi tomada em reunião com o secretário Benjamim Bento, onde a categoria assumiu o compromisso de aumentar o número de atendimentos para atender demanda reprimida das cirurgias eletivas que devem começar ainda este mês.

A Prefeitura reiterou que está aberta ao diálogo e que a proposta de reposição salarial, baseada nos índices inflacionários oferecida em reunião com o Sindicato, está dentro das condições financeiras do município, observando ainda os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Francisco Carlos faz apelo a favor da UERN

Francisco Carlos.JPG

Em Mossoró, o vereador Francisco Carlos (PP) destacou, na sessão dessa terça (12), campanha a favor da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN). A iniciativa intitulada “A UERN nos Une” foi lançada pela Frente Parlamentar em Defesa da UERN, que conta com a participação do vereador.

Francisco Carlos pediu para que pessoas de todos os municípios e autoridades que apoiam a UERN enviem vídeos em apoio à universidade, destacando a importância da instituição para o RN. “Vamos divulgar esses vídeos nas redes sociais. É um pequeno ato que queremos fazer para apoiar nossa universidade. Qualquer pessoa pode fazer essa gravação e nos enviar.”, explicou o vereador.

Os interessados em enviar vídeos podem entrar em contato com os responsáveis pela campanha através da página do Facebook da Frente Parlamentar em Defesa da UERN ou através das redes sociais do vereador professor Francisco Carlos.

 

Izabel destaca Câmara Cidadã

Izabel Montenegro.JPG

Em Mossoró, a vereadora e presidente da Câmara, Izabel Montenegro (PMDB) agradeceu  o apoio dos servidores da Câmara e dos vereadores durante a primeira sessão do projeto Câmara Cidadã, que ocorreu na Escola Estadual Moreira Dias.

Durante o evento, serviços como vacinação, corte de cabelo, palestras educativas, confecção de fotos 3×4 e orientações jurídicas foram oferecidas para a população. “O vereador Tony Cabelos fez o corte de cabelos durante o evento e o vereador Ozaniel Mesquita fez um ótimo trabalho na saúde. Agradeço a participação deles e dos demais vereadores.”, disse Izabel.

De acordo com Izabel Montenegro, a intenção agora é levar o projeto para outros bairros de Mossoró.

 

Projeto permite bloqueios de segurança nas ruas residenciais de Natal

Verª. Nina Souza - Foto ELPÍDIO JÚNIOR (2).jpg
Foto Elpídio Júnior

Em Natal, a vereadora Nina Souza (PEN) apresentou o projeto de lei denominado “Bairro Seguro”, que tem como objetivo permitir aos moradores de ruas residenciais de Natal a instalação de bloqueios de segurança nestas vias. O uso de sinalização para melhorar a segurança do local também estaria autorizado.

Segundo a proposta, a Prefeitura precisará expedir alvará autorizando a “instalação de equipamentos de sinalização e bloqueios em vias públicas, nos bairros considerados de zoneamento residencial, desde que não utilizados pelo sistema viário principal e pela rede estrutural de transporte coletivo”.

Ainda de acordo com o projeto, a instalação dos bloqueios precisará ser subscrita por 70% dos proprietários daquela localidade, mediante representação do conselho comunitário. Os bairros onde não estejam com o conselho comunitário regular, os moradores precisarão escolher um representante.

Os cidadãos interessados em melhorar a segurança de suas vias precisarão apresentar projeto físico de edificação dos bloqueios, com a finalidade de impedir o tráfego de qualquer veículo ou limitar o tráfego de veículos pesados, especificando as dimensões e o tipo de material a ser utilizado, com a proibição de qualquer vedação ao livre acesso pelas vias principais por qualquer tipo de veículo ou pessoa.

Conforme o projeto, os custos dos equipamentos, da instalação e manutenção dos equipamentos serão de responsabilidade dos requerentes, cabendo a Prefeitura tão somente a fiscalização. Caso haja qualquer tipo de irregularidade na instalação, execução dos serviços e manutenção dos equipamentos, a Administração Pública Municipal notificará o representante escolhido pelo bairro ou o conselho comunitário, para que num prazo não superior a 60 tomem as providências necessárias.