Câmeras desligadas

Cinco das 11 câmeras de vigilância da Prefeitura do Rio no trajeto que a vereadora Marielle fez antes da morte estão desligadas. Fonte da polícia ligada à apuração diz que imagens não seriam cruciais para revelar autores, mas possibilitariam acrescentar informações relevantes. Para Casa Civil, gravação só acompanha tráfego e pouco ajudaria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s