Planalto teme ‘fator Cunha’

Apesar do discurso oficial de que o Planalto não tem mais pressa para votar a denúncia contra Michel Temer, auxiliares do presidente admitem, nos bastidores, que queriam “liquidar a fatura” da denúncia na Câmara ainda em julho porque temem o “fator Eduardo Cunha”.

Interlocutores do presidente avaliam que uma eventual delação de Cunha, que tem manifestado a investigadores a disposição de aderir a uma colaboração premiada, pode selar o destino do presidente da República na Casa.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s